Production Management

  1. Optimization of productive processes.
  2. Development and training of teams.
  3. SKU planning, the number of products per model in the collection according to productive capacity.
  4. Prospecting of outsourced companies.
  5. Lean manufacturing.
  6. Capacity planning.
  7. Planning and production control.
  8. Supply chain management.
  9. Implementation of Kanban, 5S, Kaizen, 6 Sigma, among other sets of practices and knowledge.
  10. Design for quality inspection.
  11. Productivity monitoring.
  12. Waste reduction project.
  13. Cleaner Production Project (P+L).
  14. Industrial diagnostics.

“As I have celebrated more than a decade of work, I still remember with fondness my first job, as a quality auditor in a Japanese multinational factory, to raise money to do the entrance examinations. Then, during the master’s degree in Production Engineering, I had an unforgettable experience. A large jeanswear company called me to analyse their factory floor, and I openly talked about ten strategies to solve certain problems of production and waste. I left there holding a patchwork bag and no penny in my pocket. This situation made me learn about the value of my knowledge. Until today I laugh when I remember this. I have a passion for Engineering.” – Luciana Duarte

Gestão da Produção

  1. Otimização de processos produtivos.
  2. Desenvolvimento e treinamento de equipes.
  3. Planejamento de SKU, quantidade de produtos por modelo em coleção conforme capacidade produtiva.
  4. Prospecção de empresas terceirizadas.
  5. Projeto para manufatura enxuta.
  6. Planejamento da capacidade.
  7. Planejamento e controle da produção.
  8. Gestão da cadeia de suprimentos.
  9. Implementação de Kanban, 5S, Kaizen, 6 Sigma, dentre outros conjuntos de práticas e conhecimentos.
  10. Projeto para inspeção da qualidade.
  11. Monitoramento da produtividade.
  12. Projeto para redução de desperdícios.
  13. Projeto de Produção Mais Limpa (P+L).
  14. Diagnóstico industrial.

“Ao celebrar mais de uma década de trabalho, lembro com carinho do meu primeiro emprego, como auditora da qualidade em uma multinacional japonesa, para juntar dinheiro para fazer o vestibular. Depois, já durante o mestrado na Engenharia de Produção, é inesquecível a história de quando uma grande empresa de jeanswear me chamou para “conhecer” seu chão de fábrica, e eu falei abertamente umas dez estratégias para solucionar certos problemas de produção e resíduos. Saí de lá segurando um saco de retalhos e nenhum centavo no bolso. Foi nessa situação que aprendi sobre o valor do meu conhecimento. Até hoje dou risada quando me lembro disso. Tenho paixão pela Engenharia.” – Luciana Duarte

Product Engineering

  1. Analysis of competing and similar products.
  2. Analysis of technologies and processes.
  3. Analysis of materials.
  4. Generation of ideas, concepts, and solutions.
  5. Sketches, drawings by hand, rendered and on the computer.
  6. Technical drawings.
  7. 3D modelling basic and advanced, using SolidWorks.
  8. Product development.
  9. Definition of product architecture.
  10. DfX: Project for Sustainability, Project for Disassembly, Project for Quality, among others.
  11. Product design for different technologies with laser, 3D printer, thermoforming, rubber injection, among others.
  12. Definition of activities of the product development process.
  13. Project management.

“Let’s summarize thus: Product Engineering is my personal, professional and academic life. I have worked as a stylist, product designer, I have made a chair for the IV Brazilian Design Biennial, I have won a national award for labels, I have designed carts for canners and eco shoes, bags, chairs, I have developed materials, I have  implemented a design department in a medium-sized company of metallic objects, I have coordinated jewellery design in a large company. In the meantime, I have got a lot of experience related to many factories from diverse segments that I have visited, from Acre to Rio Grande do Sul, literally from North to South of Brazil. I need challenging projects in this area to feel more alive.” – L. D.

Engenharia do Produto

  1. Análise de produtos concorrentes e similares.
  2. Análise de tecnologias e processos.
  3. Análises de materiais.
  4. Geração de ideias, conceitos e soluções.
  5. Sketches, desenhos à mão, renderizados e no computador.
  6. Detalhamento técnico.
  7. Modelagem 3D básica e avançada, utilizando o SolidWorks.
  8. Desenvolvimento do produto.
  9. Definição de arquitetura do produto.
  10. DfX: Projeto para Sustentabilidade, Projeto para Desmontagem, Projeto para Qualidade, dentre outros.
  11. Projeto de produto para diferentes tecnologias com laser, impressora 3D, termo-formagem, injeção de borracha, dentre outros.
  12. Definição de atividades do processo de desenvolvimento de produto.
  13. Gestão de projetos.

“Vamos resumir assim: a engenharia do produto é a minha vida pessoal, profissional e acadêmica. Trabalhei como estilista, designer de produto, fiz cadeira pra IV Bienal Brasileira de Design, ganhei prêmio nacional de etiquetas, projetei carrinhos de catadores, fiz calçado, bolsa, cadeira, desenvolvimento de material, implementei um departamento de design em uma média empresa de objetos metálicos, coordenei o design de joias em uma grande empresa, muita coisa. Visitei muitas fábricas de segmentos diversos, desde o Acre até o o Rio Grande do Sul, literalmente de Norte a Sul do Brasil. Preciso de projetos desafiantes nesta área para continuar me sentindo viva.” – L. D.

Ergonomics and Human Factors

  1. Measurement of workstations and equipment.
  2. Analysis of workers regarding anthropometry.
  3. Ergonomic analysis of products and equipment.
  4. Ergonomic analysis of work.
  5. Analysis of the workers’ expertise.
  6. Project for work safety.
  7. Workstation design, considering lighting, noise, color, temperature, and vibrations.
  8. Lectures, training and workshops on health and safety topics at work, such as stress reduction, meditation and the paradox of individual protective equipment.

“I have done a lot of scientific researches in the area of Ergonomics and Human Factors, and I have been teaching it for a number of years in Production Engineering. Particularly, I prefer the French approach, which means to analyse the real work, to understand all the idiosyncrasies of the worker and to adapt the material world to the conditions of the human being. Among the projects and researches I have done, I can cite the analysis of the uniforms of the Military Police of the State of Minas Gerais, which took a year and involved dozens of interviews with men, sergeants and officers, to understand technical and subjective aspects of the uniforms.” – L. D.

Ergonomia e Fatores Humanos

  1. Realização de medições de postos de trabalho  e equipamentos.
  2. Caracterização dos trabalhadores quanto a antropometria.
  3. Análise ergonômica de produtos e de equipamentos.
  4. Análise ergonômica do trabalho.
  5. Análise da expertise dos trabalhadores.
  6. Projeto para segurança no trabalho.
  7. Projeto de posto de trabalho, considerando iluminação, ruídos, cores, temperatura e vibrações.
  8. Palestras, treinamentos e workshops em tópicos de saúde e segurança no trabalho, como redução de estresse, meditação e o paradoxo dos equipamentos de proteção individual.

“Realizei diversas pesquisas científicas na área de Ergonomia, além de ter lecionado durante anos essa disciplina na graduação em Engenharia de Produção. Particularmente, prefiro a abordagem francesa, de analisar o trabalho real, de compreender todas as idiossincrasias do trabalhador e, assim, adaptar o mundo material para as condições do ser humano. Dentre os trabalhos que realizei, posso citar a análise do fardamento da Polícia Militar de Minas Gerais, que levou um ano e envolveu dezenas de entrevistas com praças, sargentos e oficiais, para compreender aspectos técnicos e subjetivos das fardas.” – L. D.

Reverse Engineering

  1. Identification of materials, processes, and suppliers equivalent to that of the disassembled object.
  2. Development of technique and similar productive strategy.
  3. Equivalent Product Engineering.
  4. Technical drawing.
  5. Three-dimensional modeling.
  6. Prospecting of producers and suppliers.

“I am pleased to undertake reverse engineering projects, to disassemble the entire object and to identify its materials and suppliers. I also draw by hand and 3D model, recreating the object according to the conditions of the new production. I really enjoyed doing a complete reverse engineering project for maternity bags for a medium-sized company, which productive strategy was mass customization.” – L. D.

Engenharia Reversa

  1. Identificação de materiais, processos e fornecedores equivalentes ao do objeto desmontado.
  2. Desenvolvimento de técnica e estratégia produtiva semelhante.
  3. Engenharia do Produto equivalente.
  4. Desenho técnico.
  5. Modelagem tridimensional.
  6. Prospecção de empresas produtoras e fornecedoras.

“Tenho prazer em realizar projetos de engenharia reversa, em desmontar todo o objeto e identificar seus materiais e fornecedores. Desenho à mão e modelo em 3D, recriando o objeto conforme as condições da nova produção. Adorei fazer um projeto completo de engenharia de reversa de bolsas de maternidade para uma média empresa mineira, cuja estratégia produtiva era a customização em massa.” – L. D.

Reverse Logistics

  1. Development of reverse logistics solutions for textile waste.
  2. Identification and characterization of the materials, in terms of textile type, volume, value.
  3. Prospecting of transport companies and purchasers of textile waste.
  4. Development of strategies.

“For many years, I have researched the reverse logistics for textile waste. There was a large national aviation company that was always in touch, wondering how to dispose of seat covers, aircraft mats and employee uniforms for production systems beyond of incineration and ecological bricks. I can also cite a second case of a large multinational company that have been producing acoustic insulation for cars of three automotive companies (Italian, French and other), which generates 300 tons / month of textile waste, and did not want to pay me or pay for the transportation of materials, preferring to continue dumping their waste into landfills. Anyway, I have a lot of stories to tell about reverse logistics, but I still can identify few consistent and profitable initiatives. Even large companies see it as an onerous problem to be solved, and not as an opportunity to make circular economy viable.” – L. D. 

Logística Reversa

  1. Desenvolvimento de soluções em logística reversa para resíduos têxteis.
  2. Identificação e caracterização dos materiais, quanto a tipo de tecido, volume, valor.
  3. Prospecção de empresas de transporte e compradoras de resíduos têxteis.
  4. Desenvolvimento de estratégias.

“Durante alguns anos, pesquisei profundamente a logística reversa para os resíduos têxteis. Houve uma grande empresa de aviação nacional que estava sempre em contato, me perguntando como descartar as capas das poltronas, os tapetes da aeronave e os uniformes dos funcionários para sistemas produtivos além de incineração e tijolos ecológicos. Posso citar ainda um segundo caso, de uma grande multinacional que produzia isolamento acústico para carros de três empresas automotivas (italiana, francesa e outra), a qual gera 300 toneladas/mês de resíduos têxteis, e não quis nem me pagar e nem pagar o transporte dos materiais, preferiu continuar jogando seus resíduos em aterros. Enfim, tenho muita história para contar de logística reversa, mas vejo ainda poucas iniciativas consistentes e rentáveis. Mesmo as grandes empresas veem como um problema oneroso a ser resolvido, não como uma oportunidade para viabilizar a economia circular.” – L. D. 

Factory Layout

  1. Design of new factory layout of clothing, footwear, handbags or jewelry.
  2. Study and measurement of literally all components of the company, all volumes, products, furniture, and machines.
  3. Study of productive processes.
  4. Study of the workstations.
  5. Study of the stock and dynamics of the production flow.
  6. Analysis and calculation of the current physical space.
  7. Analysis and calculation of the new physical space.
  8. Development of operations strategy.
  9. Definition of processes and production cells.
  10. Mechanical, electrical and technical adjustments.
  11. Definition of colors and finishes.
  12. Comparison of productivity before and after the new layout.
  13. Conference and monitoring of the new layout.

“In class, I always tell my students of “Factory Design and Industrial Installations” that I designed the new layout of a large shoes and bags company in the worst conditions: when my father, who worked as a modeller and shoe designer, suffered a stroke and passed on. Without a doubt, this is the project that I am proudest to have done, because in it I could see my resilience and how much my father prepared me for it, always taking me to factories since I was born.”  –  L. D.

Layout de Fábrica

  1. Projeto de novo layout de fábrica de vestuário, calçado, bolsas ou joias.
  2. Estudo e medição de literalmente todos os componentes da empresa, todos os volumes, produtos, móveis e máquinas.
  3. Estudo dos processos produtivos.
  4. Estudo dos postos de trabalho.
  5. Estudo do estoque e dinâmica do escoamento da produção.
  6. Análise e cálculo do espaço físico atual.
  7. Análise e cálculo do novo espaço físico.
  8. Desenvolvimento de estratégia de operações.
  9. Definição do layout dos processos e das células produtivas.
  10. Ajustes mecânicos, elétricos e técnicos.
  11. Definição de cores e acabamentos.
  12. Comparação da produtividade anterior e posterior ao novo layout.
  13. Conferência e monitoramento do novo layout.

“Sempre conto para meus alunos da disciplina “Projeto de Fábrica e Instalações Industriais” que projetei o novo layout de uma grande empresa de calçados e bolsas nas piores condições: quando meu pai, que era modelista e estilista de calçados, veio a ter um AVC e falecer.  Sem dúvida, este é o projeto que mais me orgulho de ter feito, porque nele vi a minha resiliência e o quanto meu pai me preparou para ele, sempre me levando em fábricas desde que eu nasci.” – L. D. 

X